Naikan (13/10/2017)

Vim fazer o Naikan com as seguintes motivações:
a) melhorar o entendimento entre eu e o meu passado e entre eu e as pessoas que são importantes para mim.
b) dar prosseguimento nas pesquisas sobre o eu.
c) para poder fazer o próximo Curso para Conhecer a Vida Humana”.
d) tirar um tempo para mim longe das questões de rotina.

Sinto ter acessado questões bem profundas sobre meu entendimento/interpretações da minha história passada. Fundamental poder olhar para como interpretei fatos do passado e ter a oportunidade de olhar de novo para eles e re-significá-los.

Processo bastante libertador da crença de que, a minha percepção é a realidade em si. Nesse sentido foi um processo complementar e muito coerente com o “Conhecer a Si”.

Gostaria que as pessoas que examinei tivessem  a oportunidade de experienciar esse processo e experimentar a leveza decorrente dele.

Daqui para frente pretendo continuar realizando o naikan cotidiano e fazer o “Curso para Conhecer a Vida Humana”.

Pretendo conversar sobre o processo e as coisas que pude perceber ao longo com as pessoas que examinei minha relação, de forma a atualizá-las quanto a minha compreensão do passado e retribuir mais a tudo que recebi e recebo delas. (sinto que tenho conseguido)

Espero conseguir cobrar um pouco menos e ser uma pouco mais compreensivo. (sinto que é um grande desafio, em alguns momentos tenho conseguido, em outros sinto que falho miseravelmente, mas sigo tentando).

2 respostas para “Naikan (13/10/2017)”

  1. Que movimento bonito e importante… humanizar os nossos afetos vistos sempre por nós com olhos tão julgadores. Fico feliz em saber das suas buscas. Aprimoramento.

  2. Excelente, filho, resignificar percepções tidas como realidade é chave preciosa.
    O benefício da dúvida é libertador e permite libertação de muito sofrimento.

Deixe um comentário