Essência 20

Tem uma escola de brasileiros no fundo da marmitaria.


Outro dia ouvi uma conversa de que o Yoshida san pediu para o moço que trabalha na escola pintar a porta do depósito de lixo da marmitaria.


Hoje quando fui levar o lixo tinha um moço gordo pintando a porta, puxei um assunto em portugues e começamos a conversar.


Ele falou:
Tem um senhorzinho aí que eu não sei o nome que me pediu para pintar a porta aqui e eu fiquei com vontade de fazer. Vocês começam cedo aqui na marmitaria neh? Às vezes chego por volta das 4 da manhã e já sinto o cheiro bom de frango frito.


Conversamos por algum tempo.


Depois voltando para dentro da marmitaria contei essa conversa para o Fukadasan, que ficou com vontade de levar alguma comida gostosa para o moço. Vamos levar um frango frito lah para o Juliano.


Fiquei pensando o que aconteceu dentro do Juliano para ele querer pintar a porta. Ele ouviu o Yoshida san e surgiu esse sentimento nele. Qual o desejo/vontade que deve ter surgido dentro dele para ele se mover?


Na frente do depósito de lixo fica a área de fumantes, e até então era um lugar feio e sujo. O Yoshidasan, Nakaisan, Ondasas, ficaram encantados com o lugar e quiseram deixar mais arrumado, bonito, trocaram as cadeiras. O Juliano não sabia disso, mas será que ele sentiu alguma coisa desse sentimento nesse fluxo?

0