“Será que estou embelezando a minha fala?”

Pensando sobre o encontro de hoje… será que estou embelezando a minha fala?

Parece que sim, quando ouço o que chega para o outro. Se alguém me diz que “se envolve” com a fala, com a história que ouve, talvez seja porque eu “quis” envolver. Pesquisando, lá dentro, não sei… não quis. Encontrei a beleza na coisa em si… na vivência que foi reproduzida. Talvez, mais uma sorte por ter me lembrado de uma vivência bonita do que um embelezamento da fala.

0

Concentrado da Academia dia 3

sente insatisfação, tenta buscar alguma coisa para satisfazer

sente insegurança, tenta buscar uma maneira de ficar seguro


sempre tentando acalmar o coração/mente com alguma coisa de fora


porém a sensação de insegurança e insatisfação são apenas manifestações do estado de coracao


fica tentando com a maior força tentar consertar as manifestações


para que as pessoas não pensem ruim de mim, escolho as maneiras de agir, falar

para conseguir que as coisas na prática vai como quero, fico forçando as pessoas a fazerem as coisas


O coração seguro. O coração satisfeito. Aconteça o que acontecer está se divertindo.


Parece existir esse coração


Acho que talvez a hora que a postura for de tentar conhecer esse coração, a partir desse momento já eh tudo divertido/leve.


agora já tá tudo bem como está, não precisa vir a ser de nenhuma maneira específica, pode levar quanto tempo for, mas na verdade eh isso que quero


indo sempre nesse sentido

1+