Vantagem

Encontro de terça 08/09/2020

Acho que uma coisa é calcular a vantagem quando o assunto é um objeto, como a situação de emprestar ou não o material do trator: será que vai quebrar? será que vou receber algo em troca?

Outra coisa é calcular a vantagem nas relações de família, amizade ou namoro: se eu fizer tal coisa pra agradar, vou receber tal coisa de volta (atenção, carinho, dinheiro, ou coisas interessantes que a pessoa vai me mostrar/ensinar que vão “agregar” pra mim)

Quando essas duas opções se misturam, pode ser que surja um dilema, porque quer pensar no objeto, mas também quer pensar na pessoa: por exemplo, eu quero emprestar uma roupa para minha irmã*, mas sei que ela pode voltar furada (exemplo da adolescência rss). *Na verdade não quero emprestar a roupa, mas corresponder à vontade da minha irmã pra ela ficar contente e não brigar comigo.

Penso que se estou buscando a vantagem na relação, talvez a relação por si só não esteja sendo satisfatória. Preciso de algum prêmio para “valer a pena” a relação, para recompensar o esforço de manter a relação.. pff chatão!

Outra coisa é querer tirar vantagem da pessoa pra ter a energia dela para meu próprio projeto. Por trás disso tem uma vontade de controlar a pessoa para que ela faça o que eu gostaria que ela fizesse. Também não é bom assim, prefiro liberdade.

No fim das contas, parece que tirar vantagem é “coisa que não gosta” haha mas acho que não é essa a conclusão… seria melhor tentar ver, caso a caso, onde estou buscando vantagem.

0

Hoje

Qualquer pessoa pode viver com a intenção do coração original.
Mas como eu captei, o que pensei fica meio submerso em meio as coisas em volta, as palavras e as coisas
Desejo o desapego. Tiro as coisas do quartinho da bagunça, disponibilizo para quem quiser pegar. Com dor porque presa a um desejo passado e querendo vender um desejo ao comprador. Este bagulho aqui, não serve prá nada, mas vc pode virar de cabeça prá baixo e armazenar batatas, cebolas, etc
Eu estava sentada na cadeira na cozinha e atrás da minha cabeça fica o interruptor da luz. Deitei a cabeça prá trás e o dito cujo acendeu. Meu filho que estava no ambiente falou: obrigada, ficou melhor assim.
O “outro”nos serve sempre. eu e o outro servimos pra ajudar e ou atrapalhar. Dividir, multiplicar, somar…
Eu só queria relaxar.

1+

PSE 4 – 11 (hoje)

na marmitaria hoje o Okabesan fala que estah dificil fazer as cebolas, surge em mim um sentimento de antiparia.

Em relacao a que surge esse sentimento? Qual seria o desejo/vontade/necessidade do Oksabesan? Como eh esse meu estado durante esse sentimento?

Durante a reuiao da marmitaria surge uma vontade de ir logo para casa, mas na verdade nao tem nada de especial que eu queria fazer em casa.

Por que fico com vontade de voltar? meu horario e horario de trabalho, dia de folga? Que estado eh esse?

Durante a janta conversando entre o pessoal da academia, penso que se eu falar agora para a JonIn que a Naoesan tambem estah naquele grupo de line acho que ela vai reagir a isso. Falo.

Por que fico com vontade de falar isso? Que que to querendo fazer com isso?

0